Hoje resolvi me entregar

19/06/2017 10:37

Hoje resolvi me entregar, hoje resolvi que não quero mesmo, hoje decidi que o mundo já não corresponde aos meus sonhos e anseios.
Eu já havia falado das mascarás, já havia falado sobre a imagem que todos viam, mas jamais alguém viu a minha verdadeira face, aquela corrompida, aquela cheia de olheiras, aquela de olhos vermelhos. Aquela face legítima, na verdade viram, mas não souberam a importância que isso tinha. Pelo contrário, acharam que não tinham chegado no mais profundo do meu ser, onde eu escondo o que verdadeiramente sinto. Sim, chegaram ali, mas fingiram que não estavam num lugar importante... estavam errados, era importante para mim, porém, agora já não importa mais.
Mãe, não há culpados, tampouco a culpa é sua... eu fiz o que queria no momento que eu queria, mereci cada momento que passei, os bons e os ruins e agora não quero mais passar por momento nenhum. Fica feliz por mim, porque realmente encontrei a paz que tanto procurei. Ah! Desculpa se não deixei transparecer isso, jamais iria querer te ver triste, ainda mais por causa minha. Até o final que estive aqui, me visse com sorriso no rosto.
    Pai, não há culpados, tampouco a culpa é sua... eu fiz o que queria e precisava de ti apenas para uma coisa, não fui ouvido, mas também sempre fui o forte na nossa relação, tu eras o meu pai, porém eu que sempre segurei a seriedade e sempre fui firme no olhar e nas palavras. Jamais transpareci, desculpe por isso, jamais iria querer te ver triste, ainda mais por causa minha. Muitas palavras ditas a ti, serviam para mim, pena que eu não queria ajuda.
    Não irei citar cada amigo envolvido, mas digo que cada palavra de desabafo que eu disse era verdadeira, aquele sorriso e o ar de “deboche” era para esconder aquele pequeno pedido de ajuda, o qual, na verdade, nunca quis de verdade. Realmente vocês não me ajudaram em nada. Aprendam uma coisa, quando alguém não quer ajuda, ele demonstra isso. Tentar ajudar só faz mais mal.
    Por fim, disse que não era culpa de ninguém, acho mesmo que não seja. Porém algumas pessoas conseguem plantar uma desconfiança na gente tão grande, mas tão grande que nos sentimos inúteis, inexistentes, desconhecidos. Vislumbrar um futuro inexistente é o mesmo que estar morto e respirando. Só se irá mudar a perspectiva do respirar...
    Não vejo e não tenho vontade de ver algo melhor no meu caminho, uma luz clara e objetiva, que me leve à felicidade..., porém, tenho esperança que as coisas irão melhorar. Crer nisso é o que me deixou firme até aqui.
 

Crie um site com

  • Totalmente GRÁTIS
  • Centenas de templates
  • Todo em português

Este site foi criado com Webnode. Crie um grátis para você também!